Seja aluno da EBD! Uma campanha da Igreja Plenitude da Fé Mogi das Cruzes - Tel.: 3427-1000

EBD TEEN

EBD TEEN

Estudo Bíblico e Agosto a Novembro de 2013

E eu com isso - baixar recurso


1º QUADRIMESTRE 2013
Uma nova identidade - baixar recurso
Read more: http://plenitudeteen.blogspot.com/#ixzz2NtKVwwBC
Under Creative Commons License: Attribution

A identidade Cristã sob pressão - EBD 2013

“Tu criaste cada parte do meu corpo; Tu me formaste na barriga da minha mãe.” Salmo 139:13.

Objetivos:
Saber definir identidade.
Conhecer características da identidade cristã. 
Consiga se descrever da perspectiva divina. Como Deus quer que você seja.
Compreender que apesar da pressão do mundo devemos formar nossa identidade em Cristo.

A adolescência é uma fase crítica da vida, na qual deve se firmar as características da identidade pessoal. Mas o que é identidade?

(Deixe os responder e depois explique:)

É o que nos diferencia em meio a um grupo de tantos outros. Ela (identidade) significa: qualidade de idêntico; caracteres que fazem reconhecer um indivíduo.

(Use como exemplo duas canetas. Uma vermelha e outra azul. Pergunte o que elas tem em comum (ambas são canetas, servem para escrever. Pergunte o que tem de diferente (as cores). Neste caso o que diferencia as canetas e cria a “identidade” delas é são as cores.)

O homem foi criado com uma característica especial: ele foi feito imagem e semelhança de Deus.

“Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”
Gênesis 1:27

Com o pecado, o homem perdeu a identidade de filho de Deus. Perdeu sua principal característica, a pureza, pois ele conheceu o mal. Ele perdeu seu caráter justo, integro e amoroso.

Leia Romanos 3.10-12 e Romanos 3.23
Para restaurar esta identidade perdida por causa do pecado Deus nos enviou seu único filho (Jo3.16)  e deseja que reafirmemos nossa identidade em Cristo: Leia 1 Pe 1.16
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. 
1 Pedro 1:16
Satanás a todo instante tenta nos afastar de Deus e prepara armadilhas com o a que preparou no Éden e pressiona o homem (tentações).
As pressões que um adolescente cristão sofre podem fazer com que renuncie sua identidade cristã, como aconteceu com Adão no Éden ou mesmo com Pedro na noite do julgamento de Jesus.
Leiam: Lucas 22.55-62

(Encha uma bexiga e diga aos alunos que assim como suas mãos a pressionam, muitas coisas no mundo pressionam os adolescentes. Aperte a bexiga até ela estourar. Relacione o que aconteceu com a bexiga ao que aconteceu com Pedro na noite do julgamento de Jesus.)

(Depois entregue uma bexiga para cada aluno e peça para fazerem o mesmo, mas só irão pressioná-las à medida que digam algo que seja uma pressão na vida deles. Faça a pergunta: O que levaria um adolescente cristão estourar sob a “pressão” de seus amigos?)

(Após todos estourarem suas bexigas, comente que a explosão pode ser maior ou menor, dependendo da intensidade da pressão. Quando um adolescente cristão for pressionado pelos amigos, reagirá bem ou explodirá, dependendo do grau de relacionamento que tem com Deus. Foi o que aconteceu com Pedro.)

Qual é o seu grau de relacionamento com Deus? Como você está reagindo às pressões?
Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tiago 4:7
A bíblia narra a história de várias pessoas, inclusive Jesus, que foram pressionadas, tentadas, e venceram o mal mantendo sua característica de filho de Deus.
A música abaixo fala da história bíblica de três jovens que não cederam às pressões do governo onde eram escravos.



CLASSE TEEN - 3º QUADRIMESTRE EBD - 2012

Mente antenada - baixar recurso


Lições
Lição 1 Titulo: Sintonizando o coração
Lição 2 Titulo: Brincadeira de mau gosto!
Lição 3 Titulo: Seu futuro na ponta dos dedos
Lição 4 Titulo: "Valeu a pena esperar por você!"
Lição 5 Titulo: Quem está no controle?
Lição 6 Titulo: MTV1 - a armadilha
Lição 7 Titulo: MTV2 - a invasão
Lição 8 Titulo: Ligado na Net, mas plugado em Deus
Lição 9 Titulo: Navegando nas prioridades
Lição 10 Titulo: O mistério do Cântico Inesquecível
Lição 11 Titulo: Busque harmonia. Não perca o ritmo
Lição 12 Titulo: Jorge Tonojogo e os oito games boys
Lição 13 Titulo: Amigo da hora ou amigo da onça?
Lição 14 Titulo: Tape os ouvidos e morda a língua!
Lição 15 Titulo: Quando o cúmplice é culpado
Lição 16 Titulo: Mente antenada!






ESTUDO DO 2º QUADRIMESTRE DE 2012
Tempo de crises - baixar recurso

TEMPO DE CRISES
Puberdade. Fase de transformações e crises. Crises por causa das mudanças no corpo, crises emocionais, sociais, familiares, espirituais...
Esta revista traz uma abordagem bíblica sobre 15 diferentes crises que os adolescentes costumam enfrentar. Ao estudá-la, o adolescente será conduzido a:
·  compreender que crises que fazem parte da vida e são essenciais para o nosso crescimento;
·  conhecer mais sobre a crise pela qual está passando
·  confiar em Deus nos momentos de crise e fortalecer-se nEle;
·  enfrentar as crises com coragem, discernimento e sabedoria;
· descobrir como Deus espera que aja em diferentes situações de crise; crescer e amadurecer através das próprias crises.

Lição 1
Titulo: Crise - oportunidade para crescer.
Objetivo: Compreender que as crises fazem parte da vida e que Deus as usa para nosso crescimento e amadurecimento
Assuntos: Crise, Crescimento Espiritual
Lição 2
Titulo: Puberdade - transformação "radical"
Objetivo: Sentir-se preparado para enfrentar as transformações da puberdade e agradecer a Deus por tê-lo criado do jeito que é
Assuntos: Puberdade, Transformações Físicas, Transformações Emocionais, Transformações Sociais
Lição 3
Titulo: Eu e eu mesmo - a crise do espelho
Objetivo: Enfrentar as crises de baixa auto-estima dando maior valor ao que Deus pensa do que ao que os outros pensam
Assuntos: Crise, Auto-estima, Fraqueza
Lição 4
Titulo: Eu e os outros - a crise do "ninguém me ama"
Objetivo: Sentir que Deus o ama e que é uma pessoa única e especial para o Senhor
Assuntos: Crise, Insegurança, Amor
Lição 5
Titulo: Eu e meus amigos - mas que amigos?
Objetivo: Perceber que Jesus é o melhor amigo que se pode ter e procurar cultivar a Sua amizade
Assuntos: Crise, Amizades, Solidão
Lição 6
Titulo: Moda vem... Moda vai...
Objetivo: Discernir antes de decidir fazer algo que está na moda, respeitando as orientações da Palavra de Deus
Assuntos: Crise, Moda, Modismos, Timóteo
Lição 7
Titulo: Carrão ou carroça?
Objetivo: Saber que o corpo é propriedade de Deus e habitação do Espírito Santo e aprender a cuidar bem dele
Assuntos: Crise, Corpo, Drogas, Alimentação, Vícios, Anorexia
Lição 8
Titulo: Escola? To nem aí...
Objetivo: Compreender a importância e o valor da instrução para a vida e como decidir dedicar-se aos estudos
Assuntos: Crise, Escola, Instrução, Estudos, Daniel
Lição 9
Titulo: Família: academia de Deus
Objetivo: Descobrir quais virtudes cristãs Deus quer exercitar na vida do crente através da sua família e das crises enfrentadas por ela
Assuntos: Crise, Família, Abraão, Futuro
Lição 10
Titulo: Pais descrentes? O.R.E.
Objetivo: Descobrir as atitudes que Deus espera dos filhos crentes quando os pais estão em crise espiritual: obediência, respeito e exemplo de vida
Assuntos: Crise, Pais Descrentes, Oração, Obediência, Respeito, Testemunho
Lição 11
Titulo: "... até que as dívidas os separem."
Objetivo: Identificar a origem da crise financeira na família e descobrir quais atitudes Deus espera nesse momento de crise
Assuntos: Crise, Família, Dívidas, Dinheiro, Finanças, Materialismo, Consumismo, Eliseu e a Viúva
Lição 12
Titulo: Crise no (des) casamento dos pais
Objetivo: Descobrir como deve agir quando os pais não se entendem (ou se separam)
Assuntos: Crise, Casamento, Pais, Divórcio, Brigas, Revolta
Lição 13
Titulo: Eu e Deus - A "crise do filho pródigo"
Objetivo: Aprender a enfrentar uma crise espiritual e restaurar o relacionamento com Deus
Assuntos: Crise, Filho Pródigo, Relacionamento com Deus, Arrependimento, Restauração
Lição 14
Titulo: Renovando o guarda-roupa
Objetivo: Conhecer quais as principais atitudes que precisa tomar para que a nova natureza vença a velha
Assuntos: Crise, Identidade, Velha Natureza, Nova Natureza
Lição 15
Titulo: Pecados bumerangue
Objetivo: Aprender o que fazer para não viver reincidindo em certos pecados e conseguir libertar-se definitivamente deles
Assuntos: Crise, Pecado, Arrependimento, Confissão
Lição 16
Titulo: A crise do soldado de Cristo
Objetivo: Decidir por vestir toda a armadura de Deus para vencer as tentações de Satanás
Assuntos: Crise, Soldado, Batalha Espiritual, Armadura de Deus

E.B.D - CLASSE TEEN - 2012

Investigadores da verdade - baixar recurso

Para o ano 2012 a classe teen da Escola Bíblica Plenitude vai utilizar as revistas da série "Mega Teen",

da Editora Cristã Evangélica. Serão três quadrimestres com 16 aulas cada.

Lição 1
Titulo: Deus não brinca de "pique-esconde"
Objetivo: Identificar as maneiras como Deus Se revela a nós: através da criação, da Bíblia e de Jesus Cristo
Assuntos: Deus, Revelação, Criação, Bíblia, Jesus
Lição 2
Titulo: Quem é o autor da Bíblia?
Objetivo: Reconhecer que Deus é o Autor da Bíblia e que ela é a Sua verdade
Assuntos: Bíblia, Inspiração, Verdade, Palavra de Deus
Lição 3
Titulo: Antiga, sim. Ultrapassada, jamais!
Objetivo: Perceber que a Bíblia fala dos assuntos mais importantes para a humanidade: o pecado, a salvação e a vontade de Deus
Assuntos: Bíblia, Pecado, Jesus, Salvação, Obediência
Lição 4
Titulo: Quem precisa de lei?
Objetivo: Conhecer o conteúdo dos Livros da Lei e sentir que o propósito das leis de Deus é abençoar a nossa vida
Assuntos: Bíblia, Livros da Lei, Pentateuco, Deus, Pecado, Salvador, Convivência
Lição 5
Titulo: Dez leis nota 10
Objetivo: Conhecer e praticar os Dez Mandamentos, provando seu amor a Deus e ao próximo
Assuntos: Bíblia, Dez Mandamentos, Decálogo, Leis, Relacionamento com Deus, Relacionamento com o Próximo
Lição 6
Titulo: O diário de Deus
Objetivo: Conhecer, valorizar e compreender o propósito de Deus ao deixar registrados os acontecimentos dos Livros Históricos
Assuntos: Bíblia, Livros Históricos
Lição 7
Titulo: O preço de uma decisão
Objetivo: Perceber como os relatos contidos nos Livros Históricos podem servir para nossa edificação
Assuntos: Bíblia, Livros Históricos, Davi
Lição 8
Titulo: A escalada 35
Objetivo: Conhecer, valorizar e compreender o propósito de Deus nos Livros Poéticos: Jó – humildade; Salmos – relacionamento com Deus
Assuntos: Bíblia, Livros Poéticos, Jó, Salmos, Humildade, Relacionamento com Deus
Lição 9
Titulo: Rumo ao topo
Objetivo: Conhecer, valorizar e compreender o propósito de Deus nos Livros Poéticos: Provérbios – sabedoria; Eclesiastes – o sentido da vida; Cantares – amor genuíno
Assuntos: Bíblia, Livros Poéticos, Provérbios, Eclesiastes, Cantares, Sabedoria, Vida, Amor
Lição 10
Titulo: Profetas ou impostores?
Objetivo: Conhecer, valorizar e compreender quem eram os profetas e qual o propósito de Deus nos Livros Proféticos
Assuntos: Bíblia, Livros Proféticos, Profetas, Profecias
Lição 11
Titulo: Profetas à prova de fogo
Objetivo: Distinguir os verdadeiros dos falsos profetas e saber que as profecias dos Livros Proféticos são verdadeiras
Assuntos: Bíblia, Livros Proféticos, Profetas, Profecias
Lição 12
Titulo: Um é pouco, dois é bom...quatro é demais?
Objetivo: Conhecer, valorizar e compreender o propósito de Deus nos Evangelhos e a mensagem central de cada um deles
Assuntos: Bíblia, Evangelhos, Mateus, Marcos, Lucas, João, Jesus
Lição 13
Titulo: O livro de Atos em três atos
Objetivo: Identificar no livro de Atos a história de como o evangelho chegou até nós, através do testemunho dos primeiros discípulos e da organização da igreja primitiva
Assuntos: Bíblia, Atos, Testemunho, Jesus
Lição 14
Titulo: Longe dos olhos, perto do coração
Objetivo: Conhecer os quatro assuntos centrais das Cartas Paulinas: quem é Deus, a Igreja de Deus, a convivência e a liderança na igreja
Assuntos: Bíblia, Cartas de Paulo, Epístolas Paulinas, Igreja, Comunhão, Liderança
Lição 15
Titulo: Abaixo a pirataria!
Objetivo: Saber que as Cartas Gerais trazem orientações sobre doutrinas e práticas importantes para a vida cristã e desejar praticá-las
Assuntos: Bíblia, Cartas Gerais, Epístolas Gerais, Hebreus, Tiago, Pedro, João, Judas
Lição 16
Titulo: Duas chaves e uma porta
Objetivo: Compreender as principais verdades do livro de Apocalipse: Jesus, o Vencedor; os cristãos vencedores com Cristo; a nova Jerusalém, o lar dos vencedores
Assuntos: Bíblia, Apocalipse, Jesus, Rei, Vencedor, Céu, Volta de Cristo

Participe da EBD da Plenitude da Fé na igreja sede ou em uma de nossas filiais.

Horário: 9hs e as 17h30

Visite também o blog da nossa EBD: plenitudeteen.blogspot.com

________________________________________________________________




No 4º e ultimo trimestre deste ano estudaremos "As escolhas que agradam a Deus"
Acompanhe o que acontece em cada aula nas postagens EBD 2011.

Lição 1 – Unidos venceremos
Lição 2 – 
A verdade sobre a verdade
Lição 3 – Perdão sem limites 
Lição 4 – Ouça, aprenda e obedeça 
Lição 5 – Não seja arrogante, seja temente 
Lição 6 – Ajudando com alegria 
Lição 7 – Escolha amar 
Lição 8 – Quem confia, vence! 
Lição 9 – Meu super-herói 
Lição 10 – Não desista! 
Lição 11 – Bom é ser bom 
Lição 12 – Jesus o filho obediente 
Lição 13 – Seja diferente: Ajude 
 

















Lição 13 - No comando do controle

Texto Bíblico: Deuteronômio 7.26 e 1 Coríntios 6.12-13

A televisão é um condutor de malefícios para nossas vidas.
Se há adultos que não conseguem selecionar a programação que podem assistir o que diríamos dos pré-adolescentes. É necessário adverti-los dos malefícios da televisão.

Devemos ensinar que ele (pré-adolescente) é o dominador do controle remoto não o dominado.

O Salmo 101 deixa claro que não devemos por coisas más diante de nossos olhos. Que coisas seriam estas? Os programas que apelam para a violência excessiva, sexualidade, pornografias, inversão de valores e etc.

“As pessoas estão hipnotizadas diante da subjetividade das imagens; muitas não conseguem discernir as artimanhas de Satanás. Precisamos clamar por um avivamento de contrição e santificação (1 Pe 1.15,16; 1Ts 5.23). Entretanto se gastarmos nosso tempo diante da televisão, como vamos clamar a Deus? Sobrará tempo para a oração?” Telma Bueno – Ensinador Cristão nº39

Boa Ideia

Professor confeccione um diário de bordo para seus alunos. Explique a eles que o diário de bordo é um precioso auxílio para os navegantes. É o local onde se anotam e registram diversos fatores que ocorrem em uma viagem.

Apresente a eles o diário que você preparou. Explique para eles como devem ser feitas às anotações. Eles precisam anotar tudo o que fizeram no dia anterior, de hora em hora.

O objetivo deste diário é saber como os alunos dividem o próprio tempo, e com o que eles têm se ocupado mais.

Oriente-os a priorizar as coisas de Deus e dedicar mais tempo a Ele.

Explique que da mesma maneira que o timoneiro é o responsável em guiar a navegação, nós somos responsáveis em guiar e administrar o nosso tempo.




Lição 12 - Primeiro Eu!
Texto Bíblico: Gênesis 26.12-14,16; 37. 4,5





Na infância há uma dificuldade em dividir a bolacha, os amigos, a atenção e etc. Há o desejo de termos brinquedos ou roupas idênticas aos dos colegas. Acreditamos ser natural, ser “coisa” de criança e negligenciamos na correção. E assim formamos adultos egoístas e invejosos.



A pessoa é egoísta e invejosa não tem o Fruto do Espírito. “A pessoa que tem amor não é invejosa. A pessoa amorosa não tem inveja ou ciúmes do sucesso dos outros. Ela se alegra quando coisas boas acontecem aos colegas de trabalho, aos cristãos ou até aos inimigos. Ela não cobiça o que pertence ao próximo” (Êx 20.17).



A pessoa que tem amor não busca os seus interesses. Ela é altruísta. Não é interesseira, mas alegremente abre mão dos seus direitos. Jesus disse: “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (At 20.35). Fruto do Espírito - Antonio Gilberto (CPAD)



Boa Ideia



Você vai precisar de balões (bexigas), quadro e tiras de papel.

Passo a passo



1 - Trace uma linha horizontal dividindo o quadro em duas colunas. Em cada coluna escreva um dos adágios populares “Farinha pouca, meu pirão primeiro” e “O que a ferrugem faz ao ferro, a inveja faz o homem”.

2 - Nas tiras de papel escreva nomes de personagens bíblicos que foram acometidos desses sentimentos ruins. Dobre e coloque dentro dos balões e depois os infle. Ex: Caim, Saul, Acabe, Ló e etc.

3 - Pergunte aos alunos o que eles entendem sobre estas frases e que sentimentos estão evidenciados. Após as respostas, explique que esses sentimentos o egoísmo e a inveja, não podem existir em nossas vidas. Eles não agradam a Deus e por serem pecado nos afastam dEle.
4- Peça a alguns alunos para estourarem os balões e lerem em voz alta os nomes dos personagens.

5 – Ajude-os contando a situação em o personagem passou, para que eles possam separar os egoístas dos invejosos. Ex: Caim ficou irado porque Deus aceitou o sacrifício oferecido por seu irmão Abel e rejeitou o seu.

6 – Depois eles devem escrever os nomes no quadro de acordo com os adágios.

7 – Explique que esses sentimentos produzem sofrimento e consequência terríveis. Converse com eles o que ocorreu com cada personagem.






"A verdadeira vida de uma pessoa não dependem das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas," Lucas 12.15b

Após a vitória em Jericó, o exercito israelita marchou em direção a pequena cidade de Ai. A vitória seria fácil pois a cidade era pequena e parecia ser fraca em relação a Israel.  

http://1.bp.blogspot.com/-x5PbP0CMdEE/Tf9uFDHH0KI/AAAAAAAAAMA/iyDEtqbAmvQ/s1600/tesouro1-150x150.jpg

Então Josué mandou somente 3.000 soldados achando que venceriam rapidamente e não oraram ao Senhor. Foi então que o inesperado aconteceu: a batalha foi difícil e os soldados israelitas tiveram que fugir do inimigo. Que vergonha! Agora o povo de Israel e o nome de Deus foram envergonhados.

Perdido a batalha, Josué buscou ao Senhor e a resposta foi rápida: Israel pecou!

Deus revelou a Josué que continuariam perdendo as batalhas enquanto o pecado não fosse tirado do meio do povo.



Conforme a orientação de Deus, Josué convocou o povo para descobrir o que aconteceu.

Durante a batalha de Jericó, Deus ordenou que todo o ouro e prata da cidade fosse levados para o tabernáculo, mas Acã, um dos soldados da tribo de Judá, desobedeceu a ordem do Senhor. (Josué 6:18-19). Ele ficou com algumas coisas e enterrou embaixo da tenda dele!

Veja a confissão de Acã após ter sido descoberto: 
Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata e, uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata, debaixo dela. (Js 7.21)

Por causa deste pecado, além dos soldados que morreram na batalha, Acã e toda a sua família foram mortos, pois Josué ordenou a morte de Acã e seus familiares e a destruição dos seus bens. "Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte" (Provérbios 14:12)

Nesta aula vimos que não podemos colocar os bens materiais acima de Deus.
Acã pecou por causa da sua cobiça pela riqueza. Ele desejou ter mais do que já possuía. Isto se chama avareza, que é o amor ao dinheiro.

Também aprendemos com o apóstolo Paulo que avareza é idolatria (colossenses 3.5), pois se o homem ama o dinheiro mais do que ao seu criador, ele se torna o seu “deus”.
A riqueza não  é má, mas o amor a ela sim!
Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. (1Tm 3.10)
Vimos também que Abraão e Jó eram ricos, mas não deixaram o dinheiro dominar seus corações e permaneceram no amor a Deus.
Para concluir, os alunos (em grupo) ordenaram um versículo sobre avareza :

http://3.bp.blogspot.com/-pHO_oHqhpug/Tf9Sr_yQ7QI/AAAAAAAAALk/snxKiyjqFow/s320/Sergio.jpg
a classe montando o versículo

http://3.bp.blogspot.com/-gfni6uzUoko/Tf9Sxlj6aQI/AAAAAAAAALo/5yeFg0FGdmE/s320/Sergio%2528002%2529.jpg
trabalho concluído!

http://2.bp.blogspot.com/-Sdv6sBC5xCA/Tf9T59wL9nI/AAAAAAAAALs/qhwJZvuIldk/s640/hb.+13.5a.jpg
Os diamantes com o versículo bíblico já na ordem colocada pelos alunos.
Postado por Plenitude Teen



Lição 11 - Quero ser Rico!




Base Bíblica: Js 7.1,11,19-21



A cada dia cresce o número de pregadores e cantores que enaltecem a prosperidade financeira. Eles crêem que não é fiel o cristão que apresentar problemas de saúde ou não for rico.



O pastor Esequias Soares em seu livro Heresias e Modismos (CPAD) esclarece a mensagem da Teologia da Prosperidade: “A mensagem dos profetas da Prosperidade está centrada na saúde e na prosperidade, e não na salvação, sendo um desvio do verdadeiro Evangelho de Cristo. O movimento Confissão Positiva não é denominação nem seita, mas um movimento no seio das  igrejas pentecostais e neopentecostais, que enfatiza o poder do crente em adquirir tudo o que quiser. É, também, conhecido como “Teologia da Prosperidade, Palavra da Fé”, ou “Movimento da fé”. Sua origem está no ocultismo, suas crenças e práticas, algumas vezes, são aberrações doutrinárias e outras heresias”.



Não é pecado ser abastado. Todos têm o direito de buscar uma vida financeira estável. O que não pode ocorrer é essa busca se tornar o único alvo na vida do Cristão.



Boa Ideia



Você vai precisar de duas folhas de papel 40kg, revistas, tesouras, colas e fita de tecido ou barbante.



1 - Desenhe nas duas folhas de papel 40kg a silhueta de uma casa.

2 - Na primeira silhueta escreva “PROSPERIDADE” no telhado.

3 - Faça um corte abaixo do telhado e cole duas fitas nas pontas para que depois possa ser dado um nó ou um laço.

4 - Cole as silhuetas pelas extremidades.

5 - Na parte interna escreva a mensagem: “A verdadeira prosperidade consiste em ter a Deus como o nosso Supremo Bem, como nosso Criador, Salvador e Senhor”.

Antes de iniciar aula distribua as revistas, e peça aos alunos que recortem figuras que para eles representam à prosperidade. Depois eles devem colar na frente da casa.

No término da aula comente que o desejo incontrolável de ser próspero levou Acã a pecar. Ele não se importou com a ordem dada por Deus, o desejo de ter aquelas peças, cerrou-lhe o entendimento. Devemos tomar muito cuidado, quando o desejo de enriquecer nos faz esquecer das ordenanças de Deus.

Aproveite para relembrar que a Falsa Teologia da Prosperidade ensina que o servo de Deus tem como grande conquista os bens materiais. Ela é contrária a Palavra de Deus que diz que tudo o que precisamos o nosso Deus proverá e nada faltará para os fiéis: “Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão” (Sl 37.25). Abra as “paredes” da casa e peça para que todos leiam à mensagem.


Lição 10 - 100 Anos de Vitória

“Até aos confins da Terra”

Por Telma Bueno - CPAD

Daniel Berg e Gunnar Vingren amavam a Deus e desejavam servi-Lo, não importando o lugar para onde Deus os enviaria. 
Esses corajosos jovens saíram da Suécia, sua terra natal, e foram para os Estados Unidos da América. Ali eles estudaram, trabalharam e serviram ao Senhor. 
Porém a chama missionária continuava a arder em seus corações.
http://4.bp.blogspot.com/-K9pDqtaEX-I/TfEo2TKFqfI/AAAAAAAAAJY/MhOFuEibeaI/s320/PR_200%257E1.JPG

Até que certo dia, durante o culto na casa de um irmão, Deus falou de modo bem claro aos jovens: “Vocês vão pregar a minha Palavra em Belém do Pará”. Belém do Pará, Brasil? Onde fica esse lugar? Os jovens não sabiam nada a respeito do Brasil. Eles tiveram que fazer uma pesquisa em uma biblioteca.
Daniel e Gunnar não estavam preocupados com o que iriam encontrar no Brasil, se a viagem seria longa e difícil. Eles só estavam preocupados com uma coisa — pregar e ensinar a Palavra de Deus. 
http://4.bp.blogspot.com/-hIQwrMIB_dY/TfEoFDKN4JI/AAAAAAAAAJM/dy050NpnWY0/s320/PR_200%257E1.JPG
Os jovens precisavam de recursos para a viagem até o Brasil. Eles sabiam que Deus iria enviar o dinheiro, afinal foi o Senhor quem os chamou para sua obra. Com os recursos em mão, eles viajaram de trem até Nova York e ali embarcaram no navio que os traria ao Brasil. Não foi nada fácil deixar a família, os amigos, o trabalho. Eles, como Abraão, deixaram tudo para trás. Isso prova que os jovens confiavam em Deus.
http://1.bp.blogspot.com/-HjoaXvJa6I0/TfIPFV1PtAI/AAAAAAAAAKE/ZiBQAKA6_xE/s1600/mala-centenario-192x180.png
Foram quatorze dias viajando de navio. Já pensou, quatorze dias vendo só água por todos os lados? Eles devem ter passados maus momentos, até que finalmente no dia 19 de novembro de 1910 o navio chega a Baía de Marajó e os missionários podem avistar Belém do Pará, a “terra prometida” pelo Senhor.  
http://2.bp.blogspot.com/-pdFfeIxTdp0/TfEr3R21F2I/AAAAAAAAAJg/a9BNO_864Ro/s320/navio.jpg
Navio Saint Clement 
 Os missionários desembarcaram. Eles estavam cansados, porém sãos e salvos. E agora? Para onde iriam? Como se comunicar com as pessoas? Eles não falavam português, nem uma palavrinha. Então eles tiveram uma ideia. Seguir em frente e subir a rua, a atual Av. Presidente Vargas. Era uma avenida agradável, com vários palacetes e mangueiras.  
 http://1.bp.blogspot.com/-JYmIhFzjt80/TfEsD83rnYI/AAAAAAAAAJk/emKXVaabMh4/s320/imagesCA8IPUZW.jpg
Belém do Pará - 1910
Eles seguiram caminhando até a Praça da República. Ali descansaram e aproveitaram para saborear algumas mangas. Depois, oraram pedindo a Deus que lhes mostrasse um lugar onde pudessem se hospedar. Deus providenciou um lugar para os missionários. Eles ficaram hospedados em um pequeno hotel.  
Os missionários, foram bem recebidos na Igreja Batista e pregavam a Palavra de Deus em várias igrejas evangélicas com a ajuda de um intérprete. Mas, logo, logo aprenderiam nosso idioma.

http://1.bp.blogspot.com/-ewW2MFdmHnc/TfIJOsfifyI/AAAAAAAAAJ0/wHhs_9zJGek/s1600/untitled10-300x228.jpg
Os jovens trabalhavam pregando a Palavra de Deus e ensinando sobre a chama pentecostal. Os cultos eram bem fervorosos. A chama pentecostal ardia nos corações. Pessoas eram salvas em Jesus, eram curadas e batizadas no Espírito Santo. Deus estava operando maravilhas!

http://3.bp.blogspot.com/-goVwH5j1ed8/TfIJ9jaiPbI/AAAAAAAAAJ4/5Gc6cNpovc4/s400/20110426-Culto%252520Pentecostal%252520WEB.jpg
 A primeira pessoa a receber o batismo no Espírito Santo na Assembleia de Deus do Brasil foi uma mulher,  a abençoada irmã Celina de Albuquerque. 
http://2.bp.blogspot.com/-lxnN6wCWBEI/TfEs_at90FI/AAAAAAAAAJo/uCLIiFzNpoc/s320/celina_albuquerque.jpg
Irmã Celina Albuquerque
Não demorou muito e as perseguições vieram. 
Daniel Berg e Gunnar foram convidados a sair da igreja Batista. E agora, para onde iriam? Eles começaram a se reunir na casa de alguns irmãos até que passaram a ser chamados pelas pessoas de “Missão da Fé Apostólica”.  Estava nascendo ali a Assembleia de Deus do Brasil. O tempo passou, a igreja cresceu e se espalhou por todo território nacional, e hoje a Assembleia de Deus  é a maior denominação pentecostal do Brasil.  
http://4.bp.blogspot.com/-LRlut0E-pdg/TfINquodcYI/AAAAAAAAAKA/dC0n3MC2XiI/s320/Primeiro_Templo_Belem_do_Para.jpg
1º templo das Assembléias de Deus

Daniel Berg e Gunnar Vingren serviram ao Senhor com amor e dedicação, até que no dia 29 de junho de 1933, na Suécia, Gunnar partiu para estar com o Senhor no céu. Trinta anos depois, com setenta e nove anos, no dia 27 de maio de 1963, Daniel também partiu para o céu.  
http://1.bp.blogspot.com/-6VEOBAszhDU/TfEntiZBNSI/AAAAAAAAAJI/6G8yNKh7vYE/s320/Centenario-de-Igreja-Inspira-Quadrinhos.jpg
Daniel Berg e Gunnar Vingrem
Porém a obra do Senhor não parou. A Assembleia de Deus no Brasil continua a crescer e atualmente envia muitos missionários até “aos confins da terra” para que preguem a Palavra de Deus, anunciando que Jesus salva, cura, liberta, batiza no Espírito Santo, e em breve voltará!
http://4.bp.blogspot.com/-5BITRJVOrWg/TfEqXYgfujI/AAAAAAAAAJc/tlcTRC7pfks/s400/PR_200%257E3.JPG
  
Postado por Plenitude Teen



Lição 9 - Eu quero, eu quero - EBD 2º Trim 2011

Existem muitas coisas valiosas. Mas há uma que é maior do que todas:
 A tua Salvação em Cristo Jesus.A bíblia é um mapa que nos ajuda a encontrar 
muitos tesouro valiosos em que devemos colocar nosso coração.


Jogo "Mapa do tesouro"

É Necessário usar a bíblia para decifrar o mapa.

Cada pista revela um tesouro e conduz o jogador ao verdadeiro tesouro. 

Ganha quem chegar ao trono primeiro. O vencedor deve ler o versículo final.

Aparte-se do mal, e faça o bem; Busque a paz, e siga-a (1 Pedro 3.11)


Lição 9 - EU quero, Eu quero!

Texto Bíblico: Gênesis 25.24,27-34

A Primogenitura (herança do primogênito) consistia em: liderança na adoração a Deus, chefia da família e porção dobrada da herança paterna (cf. Dt 21.17). Portanto, ‘negociar’ esse direito era desprezar as bênçãos do Senhor. Esaú nunca valorizou o privilégio de ser o primogênito. A Bíblia afirma que ele era profano (Hb 12.16). Todavia, Jacó demonstrou interesse por essa benção desde cedo, apesar de tê-la buscado de forma errônea.

Atividade
Você vai precisar de papel pardo ou cartolina, régua, canetas hidrográficas e fita adesiva.

Desenhe uma tabela conforme o modelo abaixo, fixe-a na parede da classe com auxílio da fita adesiva.
Converse com as crianças sobre pessoas gêmeas, explique que elas podem ter características físicas muito parecidas ou não. As atitudes, os gostos, as manias, etc. podem ser bem diferentes ou bem parecidas. Pergunte a eles se havia alguma diferença entre Esaú e Jacó, depois solicite que completem o quadro. 

DIFERENÇAS:
ESAÚ
JACÓ
Fisicamente


Trabalho


Sentimento em relação a primogenitura


Como era a relação com Deus





Lição 8 - Sou da Paz

Texto Bíblico 4.1-7

Buscando a Paz

O mundo tenta negociar a paz, mas nós servos do Altíssimo, não precisamos negociar, porque temos o Príncipe da Paz. Charles Stanley autor do livro Paz um maravilhoso presente de Deus para você comenta que: “O mundo considera a Paz como sendo um resultado de fazer as coisas certas, dizer palavras certas, ter atividade profissional certa e ter as intenções certas. Esses não são nem de longe os critérios para a paz descrita na Palavra de Deus. A paz é uma qualidade intima que nasce de um relacionamento correto com Deus...”. 

Quando nos aproximamos mais de Deus e passamos a ter intimidade real com Ele, brota à paz que excede todo entendimento. A Palavra Deus nos ensina a ter domínio próprio.

Bons Exemplos
Pacificador é aquele que promove a paz, nós servos de Deus devemos promover a paz e não incitar uma briga. Na pré-adolescência é comum existir os “grupinhos” e sempre há rivalidade entre eles. Quando um membro de determinado grupo se sente ofendido por um membro de um outro grupo a “confusão” está formada. Porque é comum ao grupo tomar as “dores” daquele que foi “ofendido” para eles é uma questão de lealdade. Não há nenhuma avaliação entre o certo ou errado, apenas a defesa de seu colega. Muitos acreditam que isso está correto, e é necessário orientá-los que o cristão deve ser um pacificador. Leia com eles o Mateus 5.9, e explique que os pacificadores são pessoas mais felizes e que verão a Deus.

Aproveite esse momento para apresentar aos seus alunos os diversos pacificadores registrados nas Sagradas Escrituras Bíblia.

Rubén – Era filho de Jacó, ele convenceu os seus irmãos a jogarem José na cova e não mata-lo. Gênesis 37.21,22

Abraão - Os seus pastores e os do seu sobrinho brigavam por pastos.  Ele acabou com as   brigas, separando-se do seu sobrinho. E permitiu que o seu sobrinho escolhe-se para qual lado gostaria de ir. Abrão ficou com a terra de Canaã e Ló com a Campina do Jordão. Gênesis 13.1-18

Isaque - Os seus servos cavaram poços e os pastores de Gerar brigavam por eles dizendo que esses os pertenciam. E ele, pacificamente, cedia e cavava um outro poço. Gênesis 26.18-21

Barnabé - Ninguém acreditava na conversão de Saulo. Barnabé o levou a igreja em Jerusalém e o apresentou aos apóstolos. Acabando assim com as desconfianças acerca da conversão de Saulo. Atos 9.26-28

Abigail - O seu marido negou comida a Davi o futuro rei de Israel. Diante da negação Davi determinou o mau a sua casa. Sabendo disto Abigail apressou-se ao encontro de Davi e conseguiu apazigua-lo.  1Samuel 25.1-35



Lição 7 - Medo de quê?
Leitura Bíblica 2 Crônicas 20.1,3,5,6,12,15

O medo é um sentimento que nos coloca em alerta, ficamos mais atentos. Ele pode provocar reações físicas como adrenalina e aceleração cardíaca. A ansiedade faz com que o individuo tema antecipadamente o encontro com a situação ou objeto que cause medo. O medo excessivo pode se tornar em uma doença (fobia) e ela compromete as relações sociais e causa sofrimentos psíquicos.  Professor observe com atenção os seus alunos e procure descobrir se algum deles sofre de fobia (medo excessivo). Ao descobrir algum caso converse com o aluno e com os pais. Se houver necessidade oriente a buscar ajuda de um profissional (psicólogo se possível evangélico). Assevere a eles que Deus é o nosso protetor, por isso não devemos temer que possa nos fazer o homem.

Material: Cartolina, caixa de papelão, caneta hidrográfica, régua e tiras de papel

Produza em uma cartolina, uma tabela  identica ao modelo.
Escreva nas tiras de papel o significado das fobias dobre e coloque dentro da caixa. Peça aos alunos para identificarem os significados das fobias e escrever na coluna de significados. Caso cometam erram os ajudem a encontrar o significado correto.
Muitas das vezes os pré-adolescentes não tem coragem de declarar os seus medos,  e acabam não buscando ajuda. Com esse quadro podemos ajuda-los a descobrir se sentem apenas o medo aceitavél ou sentem fobia. E ajudando-os a encontrar na palavra de Deus a solução para os seus medos.

FOBIAS
SIGNIFICADOS
SOLUÇÕES DIVINAS
Acrofobia


Aracnofobia


Brontofobia


Claustrofobia


Demofobia 


Fotofobia


Gamofobia


Geliofobia


Hemofobia


Hidrofobia


Insectofobia


Lalofobia


Musofobia


Pirofobia




Medo de altura
Medo de aranhas
Medo de trovões e relâmpagos
Medo de lugares fechados
Medo de multidão
Medo de luz
Medo de casar
Medo de rir
Medo de Sangue
Medo de água
Medo de insetos
Medo de falar
Medo de ratos
Medo de fogo


Lição 6 - Duvidar? Jamais!

Texto Bíblico:  Gênesis 6.9-11,13,14,17,18,21,22
  
“ Assim fez Noé; conforme tudo o que Deus lhes mandou, assim o fez” (Gênesis 6.22).

Ponha-se as sandálias de Noé por alguns momentos. Você vê o mundo a sua volta tornando-se maligno cada vez mais. Deus então anuncia a você a intenção dEle de julgar a terra. Você pensa: “Já era hora de algo ser feito a respeito de toda essa falta de Deus!” Então, Deus lhe diz para começar a construir um navio grande o suficiente para abrigar sua família toda e representantes de cada espécie do reino animal!
À medida que você reflete sobre essas estranhas ordens, pondera as implicações: “Um barco a quilômetros qualquer sinal de água... O que meus vizinhos vão pensar? Como vou explicar isso à minha família? O que eu, um homem da terra, entendo sobre engenharia náutica?”
A resposta de Noé  para as recém-descobertas responsabilidades foi imediata. Gênesis diz – não uma, mas duas vezes – que Noé fez tudo de acordo com o que Deus lhe ordenou. Sem racionalizar, sem reclamar, sem protelar. Noé foi direto ao trabalho.
Deus prometeu que nós nunca precisaremos construir uma arca de novo. Todavia, Ele nos pede certas coisas que nossa sociedade vai desprezar. O que seu estilo de vida diz aos vizinhos e amigos não-cristãos? Você está vivendo uma vida de obediência como a de Noé? Escolha uma área de sua vida na qual você tem resistido a Deus e dê alguns passos em direção à obediência hoje. Você definitivamente terá uma consciência  clara, e suas ações certamente lhe proverão uma oportunidade de compartilhar sua fé com outros.
A fórmula de agradar a Deus é simples: confie e obedeça.

Texto extraído do livro 365 Lições de Vida Extraída de Personagens da Bíblia, p.11. Rio de Janeiro: CPAD. 

Lição 05 - Tô sem vontade!

Geralmente, somos tentados a fraquejar e a desistir, não é verdade?...



Texto Bíblico: Romanos 8.31-33,35,37-39

Geralmente, somos tentados a fraquejar e a desistir, não é verdade? Mas o nosso Deus sempre nos incentiva a continuar. Indicamos para reflexão o seguinte relato:

“E se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente [...]” Tiago 1.5
Davi não sabia o que dizer aos filhos quando estes perguntaram se a sua mãe morreria. A esposa de Davi, Stephanie, havia começado a ter ataques. No início, eram leves e somente ocorriam poucas vezes no mês, mas com o passar do tempo, os sintomas pioraram em uma velocidade rapidamente crescente. Embora centenas de amigos, parentes e membros da igreja realizassem inúmeras vigílias de oração por ela, o seu peso diminuiu para 40 quilos e a sua condição piorou. Em 1996, os ataques aconteciam diariamente, às vezes de hora em hora.

Davi raramente deixava Stephanie, e começou a se perguntar se ela conseguiria sobreviver até o dia do seu aniversário, quando faria trinta anos. Certa noite, nas primeiras horas da madrugada, Davi chegou ao limite. A situação parecia desesperadora, e ele mesmo estava exausto. Ele foi até o quintal iluminado somente pela luz das estrelas, e caiu de joelhos. “Deus!” Suplicou. “Não posso aguentar mais! Por favor, mostra-me o que fazer!”
Foi uma oração desesperada. Naquele momento, contudo, um sentimento de tranquilidade encheu o coração de Davi, e imediatamente veio-lhe à mente o nome de um médico. No mesmo dia aquele médico examinou Stephanie e diagnosticou uma rara deficiência química – algo que os outros médicos tinham ignorado.

Dentro de uma semana, os ataques de Stephanie haviam desaparecido. Seus olhos brilhavam, e sua mente estava lúcida. A oração de Davi a Deus foi sincera: “Obrigado, Senhor, por devolver-me a minha esposa!”
Deus ainda atende a orações hoje, e ama quando seus filhos vêm até Ele com suas necessidades. Quando você não souber o que fazer, quando precisar de sabedoria divina acima de tudo, simplesmente peça-a – Ele a oferece gratuitamente! (Extraído do livro: Graça Diária, CPAD).

Prezado professor, se achar conveniente leia para os alunos (de forma resumida) a relato acima, aproveitando para incentivá-los a não desanimarem jamais.


Lição 04 - Que preguiça!

Uma consequência importante do crescimento acelerado...



Texto Bíblico: Mateus 25.14,15,19-21,24,26

Energia e Cansaço

Uma consequência importante do crescimento acelerado é a alternância de períodos de energia e cansaço. Às vezes, adolescentes estão explodindo de disposição e não conseguem ficar sentados por dois minutos. Outras vezes, estão tão cansados que não conseguem fazer nada, mesmo após uma noite de dez a doze horas de sono. Não é incomum que essas alternâncias entre energia e cansaço aconteçam dentro de uma ou duas horas.

Assim como os bebês, eles dormem e comem muito, pois tanto crescimento requer bastante energia e pode deixá-los esgotados. Apesar de serem mais velhos, necessitam de mais tempo de sono do que precisavam quando menores. Podem parecer preguiçosos, mas, na verdade, sua resistência está baixa.

Saiba diferenciar preguiça de cansaço.

Nessa faixa etária, gincanas e jogos competitivos são apreciados por eles. Eles são uma excelente mão-de-obra na Casa de Deus.
Professor, sempre respeite o limite deles e, lembre-se que eles alternam: energia/cansaço.

JOHNSON, Lin. Como Ensinar Adolescentes: Descubra a  alegria de trabalhar Com eles. Rio de Janeiro: CPAD, 2003.

Lição 03 - Amigo urso ou amigo irmão?

Roboão perdeu a chance de governar um reino pacífico e...



Texto Bíblico: 1 Reis 12.1-8
 “Seguir um mau conselho pode causar um grande desastre.”

Roboão  perdeu a chance de governar um reino pacífico e unido por desprezar os conselhos dos sábios anciãos, que assistiram a seu pai, Salomão, para dar ouvidos aos mais jovens e inexperientes.

É muito importante ouvir atentamente os conselhos daqueles que têm mais experiência do que nós, pois são capazes de enxergar amplamente a situação. A Palavra de Deus nos exorta a não somente ouvirmos o que Deus nos diz, mas também, a obedecermos. Muitos desacertos poderiam ter sido evitados se Roboão tivesse obedecido a Deus, dando ouvido aos conselhos dos homens sábios.

Boa Ideia

Providencie uma cesta com livros. Depois a coloque sobre uma mesa e diga aos alunos para ficarem à vontade e escolherem o livro que eles mais gostarem ou acharem interessante para sua leitura.

Depois que todos estiverem com seus livros chame a atenção deles para fazer-lhe alguns comentários. Diga-lhes que poderão levar o livro emprestado e devolver no próximo domingo. Pergunte se eles gostaram de escolher o livro que melhor lhe agradou? Pergunte como vocês se sentiram? E’ bom escolher ao nosso próprio gosto? Comente que na vida estamos sempre diante de escolhas. Que alimento vamos preferir? Que roupa vamos usar? Para qual lugar queremos ir? E também de quem aceitar os conselhos para a nossa vida.

Não é verdade? A respeito de um rei que não prestou atenção ao conselho dos mais velhos preferindo dar ouvido a conselhos de tolos, é o que vamos ver em nossa lição, inclusive seus resultados (Texto e boa ideia, adaptado da Revista de Juniores,nº3 CPAD).


Lição 02 - Fazendo a diferença

De Alegria não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou...



Texto Bíblico: Atos 12.5,11-16

Esperando o Inesperado

“De Alegria não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava à porta” (At 12.14)
Não sabemos nada sobre Rode, exceto sua alegre resposta a um acontecimento inesperado. Ele estava entre um grupo de cristãos que se reuniu para orar pela libertação de Pedro. Herodes já tinha condenado o apóstolo Tiago à morte e prometeu fazer o mesmo com Pedro. Os cristãos sentiram-se desamparados para fazer qualquer coisa, senão orar, o que fizeram persistentemente, mesmo que a esperança do milagre parecesse pequena.

Enquanto isso, Pedro dormia sonoramente numa prisão. Um anjo apareceu em sua cela, libertou-o das cadeias e guiou o sonolento apóstolo para fora. Uma vez livre, Pedro finalmente tornou-se cônscio e correu para a casa onde os cristãos estavam mantendo uma vigília de oração.

Quando bateu no portão exterior, uma criada chamada Rode foi responder. Ouvindo a voz de Pedro, ela ficou tão emocionada que se esqueceu de abrir a porta, mas ocorreu para dentro a fim de contar a toda mundo.

A distração de Rode revela quantas vezes nós esperamos pela metade que Deus atenda nossas súplicas. De fato, respostas imediatas usualmente nos atordoam. Mas para aqueles que persistem em oração específica, tais respostas não são surpreendentes.

Que descobertas você tem feito sobre a oração? Quando ora, você espera que Deus responda ou ignore seus assuntos? Se você decidir hoje que adoração vai se tornar uma parte regular da sua vida, comece aguardando o inesperado!
Ore sem cessar!

Texto extraído do Livro 365 Lições de Vida de Personagens da Bíblia, p.315. Rio de Janeiro: CPAD


Lição 01 - Está difícil vencer?

Professor, o texto Bíblico de 2 Timóteo 4.7: “Combati o bom...



Texto Bíblico: 2 Timóteo  4.7-8; Hebreus 12.2-4

Professor, o texto Bíblico de 2 Timóteo 4.7: “Combati o bom combati, acabei a carreira, guardei a fé.”  Deve ser gravado em nossos corações, mas para que isso aconteça é necessário uma boa explicação. Aproveite a explanação abaixo e explique pacientemente aos seus alunos o que o apóstolo Paulo quis dizer com o texto de 2 Tm 4.7.

“As Palavras do Apostolo Paulo sobre a sua partida comunicaria a Timóteo que ele não poderia contar com a presença ou o incentivo do apóstolo por muito tempo. A liderança compartilhada estava terminando. Timóteo precisava assumir o controle. As três frases de Paulo, no passado perfeito, transmitem finalização. Paulo sabia que este era o fim. Ele tinha convocado Timóteo para ‘militar a boa milícia’ (1Tm 6.12); o seu próprio combate estava terminado. O combate tinha valido a pena, e ele tinha lutado bem.

A carreira de Paulo estava acabada, ou pelo menos o final estava claramente próximo. É importante observar que Paulo não reivindicou ter vencido a corrida; ele estava satisfeito em tê-la terminado. Os corredores de maratona conhecem a alegria de terminar os torturantes quilômetros deste tipo de corrida – eles ficam satisfeitos simplesmente por cruzar a linha de chegada. A conclusão é uma realização significativa, que revela incrível resistência e determinação.

A expressão ‘guardei a fé’ significa que Paulo guardou e preservou a mensagem do evangelho. Paulo tinha convocado Timóteo para guardar o depósito que lhe havia confiado (1Tm 6.20). Paulo tinha permanecido fiel à mensagem que lhe tinha sido confiada; ela também tinha sido confiada a Timóteo. Paulo nunca tinha vacilado na sua fé e tinha confiança de que em breve viveria todas as promessas nas quais tinha baseado a sua vida e o seu ministério.

Paulo via a sua vida como sendo oferecida, derramada diante de Deus. Ele sabia que a sua partida estava próxima. O compromisso de Paulo era total; assim, sacrificar a sua vida para edificar a fé de outros parecia para ele, uma recompensa jubilosa“’(Comentário do Novo Testamento Aplicação Pessoal, v.2, p.541. Rio de Janeiro:CPAD).

Estação Ciência - 27/03/2011

No último domingo a aula da EBD foi uma expedição científica!!
Para encerrarmos o trimestre com “chave de ouro” os adolescentes das igrejas AD Plenitude da Fé visitaram a Estação Ciência na Lapa.
Foi um passeio muito divertido que contou com a participação de 40 teens (das igrejas Sede, Aeroporto III, Thuller (J.U.), Biritiba Mirim e Jardim dos Eucalíptos) e 10 adultos (professores e acompanhantes)
Os adolescentes puderam ver nos stands astronomia, geografia, física, biologia, estação natureza, entre outros, vários dos temas trabalhados neste trimestre na EBD.

Fatos Bíblicos vistos na Estação Ciência:

Astronomia – Planetário : identificamos a estrela do Oriente que guiou os Reis magos até o local onde Jesus nasceu (Mateus2.2, 9). Também vimos várias outras estrelas e relembramos a lição “A Formação do Universo” (Genesis 1.14-19)


 Geografia – Terremoto: Sentimos um terremoto no simulador. É uma sensação horrível!! Imagine o verdadeiro!! Assunto tratado na lição “O fim do mundo” – (Apocalipse 11.13)       

                             

 



 Geografia – Tsunami: Vimos como um tsunami pode ser previsto observando o comportamento das ondas do mar. Assunto tratado na lição “O fim do mundo” – (Lucas 21.24)




Física – Energia : Aprendemos quais os materiais condutores de energia, o caminho percorrido pelo relâmpago (Jó 38.25) e vimos o Pb. Sergio acender uma lâmpada com as mãos, enquanto tocava em uma bobina de 200.000 Volts!! Isso vale para não nos esquecermos jamais que “Somos a luz do mundo...” (Mateus 5.14) (mas lembrem-se, não tente fazer isso em casa!! Choque-elétrico pode matar!! Se quiser saber como isso é possível sem se machucar, visite a Estação..kkk) 



Biologia - cobras e animais marinhos: Os adolescentes aprenderam que somente um especialista pode afirmar com certeza as que são ou não venenosas. (Prov.23.32 , Salmos 58.4). Partes do corpo humano em exposição e dois bonecos gigantes de espuma reforçou o estudo da lição "Homem, a máquina perfeita" (Genesis 1.26 , Salmos 103.14)



                          



Estação Natureza: Pudemos ver a criação de Deus em suas várias formas, conforme as regiões do Brasil!! Sentimos cheiros característicos dos vários tipos de vegetações do nosso país, vimos e tocamos pegadas e ouvimos os sons emitidos por vários animais, etc... “Viajamos” pela Amazônia, Pantanal, Serrado, Caatinga e Mata Atlântica sem sair da Lapa!! . Lição “A criação”(Genesis 1.20-25)





 


 Dinossauros – Logo na entrada os adolescentes puderam admirar-se com a réplica do esqueleto de um Alossauro e um Pterosssuro. Esta incrível criação de Deus nos faz lembrar do leviatã, descrito detalhadamente  em Jó 41. Você já leu?  

Veja algumas outras fotos....

















Lição 13 - No meio do fogo cruzado

Texto Bíblico: 1 Coríntios 13.2,4-10

Informações complementares para a lição

Caro professor da classe de pré-adolescente, a paz do Senhor! Estamos aqui em mais uma oportunidade para trazer para você mais um auxílio didático para a lição desta semana que tem como título: “No meio do fogo cruzado!”

CRESCENDO NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO
   
Como nesta lição a palavra da seção “Falando Sério” é humildade, colocamos um texto muito interessante acerca desse tema tão pertinente à lição, já que esta trata de atrair seus amigos, colegas e até familiares que ainda não conhecem a Cristo. Um dos atributos indispensáveis a todo crente é ser humilde de coração, de modo a testemunhar pela sua própria vida, através de sua conduta diária. Leia e comente com sua classe sobre alguns atributos divinos que precisam estar intrínsecos em todo crente. 

Herdeiros humildes
    
“Não é maravilhoso ficar junto de pessoas humildes e gentis que não têm nada para provar e não exaltam a si mesmo à custa dos outros? Elas exibem uma confiança tranqüila no Senhor, a quem adoram e pertencem. São filhas do Rei, príncipes e princesas do Reino eterno de Deus, e sabem que o Senhor as exaltará em seu próprio lugar no tempo certo.

Como Jesus, os humildes estão aqui para servir, não para serem servidos. Com seu modo silencioso, eles ministram a você poderosamente, porque sabem como ouvir bem, e estão dispostos a separar o tempo para fazer isto. As pessoas não presunçosas são uma alegre companhia, porque você pode ser você mesmo perto delas, pode abrir–se e compartilhar as suas esperanças, seus sonhos, seus medos e preocupações. Você não precisa ter medo de admitir as suas fraquezas e seus fracassos, porque elas possuem uma consciência saudável de si próprias. São receptivas e gentis, e estão sempre dispostas a demonstrar a misericórdia e o perdão de Deus.

As pessoas despretensiosas o tratam com educação, gentileza e respeito. Quando está com elas, você sente que foi elevado de alguma forma, em um sentido muito real e pessoal. De maneira sutil elas o exaltam, fortalecendo a sua fé em Deus — e no que Deus pode fazer em você e através de você. Tais pessoas fazem com que você se sinta renovado. Você se despede delas com um novo senso de vitalidade e esperança.

Agradeça a Deus por aqueles que são mansos e humildes! Glorifique-o porque algum dia seus filhos humildes herdarão a terra. Louve-o porque você passará a eternidade em comunhão com aqueles que são como Cristo — aquEle que nos ensinou todo o significado da verdadeira humildade.”

“(...) e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mateus 23.12)
                                                           
(Graça diária. CPAD.2007)
SAIBA MAIS
  
AMOR

Cristo manda que amemos os outros como Ele o fez. Este amor é a evidência de que somos verdadeiramente salvos. Deus é o Criador do amor; e Ele quer que os seus filhos amem-se uns aos outros.

Amar significa colocar os outros em primeiro lugar. O amor é ação — mostrando aos outros que nos importamos com eles, e não apenas dizendo. Para demonstrar amor, devemos estar dispostos a dar o nosso tempo e dinheiro para atender às necessidades dos outros.”     (Bíblia do Estudante Aplicação Pessoal. p. 1459).


Lição 12 - A ciência e a sabedoria

Texto Bíblico: Isaías 44. 6-8; Daniel 2.20



CRESCENDO NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO
   
Sabemos que na sociedade pós-moderna em que vivemos, a ciência vem se expandido de forma intensa. O avanço tecnológico apareceu em vários campos do conhecimento, trazendo inovações de procedimentos, fórmulas, ou seja, novas informações e descobertas. A ciência, quando usada adequadamente para beneficiar a vida humana é, sem dúvida alguma, muito proveitosa e tida com bênção para todos. A descoberta da penicilina, a internet, a fibra ótica, as vacinas, dentre outras inovações são de grande valor para humanidade. Entretanto, não há descoberta alguma que possa se comparar com a sabedoria de Deus. As verdades divinas são inquestionáveis e a Bíblia afirma que um dos atributos de Deus que devem ser considerado é que Ele é sábio.

O cristianismo — religião ou doutrina que defende a fé em Jesus Cristo e a sua moral e promessa de redenção — não se opõe à ciência. Muito pelo contrário! A ciência se desenvolveu devido à capacidade de inteligência dada ao homem por Deus. Além disso, a religião incentivou e influenciou a revolução científica.  

O renomado escritor Charles Colson em seu livro “Respostas às dúvidas de seus adolescentes” ao responder uma pergunta:Você tem certeza de que o cristianismo não é contra a ciência?”
Eu tenho certeza, mas muitos defensores contemporâneos da ciência querem, claramente, dar a impressão de que o cristianismo se opõe à ciência.

Muito em breve, ‘a religião deve ser considerada como uma prática anticientífica’, escreveu John Maddox, editor da Nature, o jornal científico de maior prestígio no mundo. A maioria dos primeiros cientistas — Copérnico, Newton, Lineu — eram cristãos. Na verdade, os historiadores nos dizem que o cristianismo realmente ajudou a inspirar a revolução científica.

Considere alguns exemplos. Nas culturas pagãs, o mundo parecia estar vivo com suas deusas dos rios, divindades astrais e seus deuses do sol. Porém Gênesis 1 se coloca como um forte contraste a tudo isto. A natureza não é divina; ela é obra das mãos de Deus. O sol e Lua não são deuses; são meramente luminares colocados no céu para servir aos propósitos de Deus.  
Uma outra pressuposição crucial para a ciência é que a natureza é ordenada. Esta pressuposição também foi um resultado de crenças cristãs.”



Lição 11 - O fim do mundo




Texto Bíblico: Lucas 21.11,25-27; Mateus 24.13; Jeremias 4.24,26

Os “Sinais dos tempos” são fatos profeticamente preditos que, quando acontecem, constituem prova de que outras profecias já aconteceram ou estão para acontecer. Nós temos vários exemplos desses sinais na Palavra de Deus (1 Sm 10.3-7; Is 7.14; Lc 2.12; Jo 2.18-23).



A palavra profética contém sinais que, quando confirmados, provam que a vinda de Jesus está próximo portas. Quando os discípulos perguntaram a Jesus que sinais se mostrariam da sua vinda e do fim do mundo (Mt 24.3), o Mestre lhes falou de certos sinais, dos quais podemos deduzir o seguinte:

Existem sinais reais, pelos quais é possível determinar que “o “Filho do Homem já está às portas” (Mc 13.29; Lc 31.21). Por meio dele podemos conhecer o “tempo” (Rm 13.11). Ver que vai se  aproximando aquele Dia (Hb 10.25) e que “já está próximo o fim de todas as coisas” (1Pe 4.7). Os que atenciosamente estão observando os sinais, podem saber “o que houve de noite” e conhecer que “vem a manhã, e, também a noite” ( Is 21.11,12).

Embora os sinais mostrem que “o dia está próximo”, jamais se poderá estabelecer com exatidão o retorno de Jesus, pois “daquele Dia e hora, ninguém  sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o filho, senão o Pai” (Mc 13.32; Mt 24.36). Quando Jesus pronunciou essas palavras, nem Ele sabia o dia do seu retorno ( Texto extraído: BERGSTÉN, Eurico. livro Introdução à Teologia Sistemática. Rio de Janeiro: CPAD).

Professor, oriente os seus alunos para permanecerem fiéis a Deus, pois não sabemos o Dia nem a hora que Jesus voltará para buscar a sua igreja.



Lição 10 - A destruição do meio ambiente

 


Texto Bíblico: Gênesis 2.4,5;2.15; Salmos 104.5-6,24;31-32

Desde o início, sabemos que Deus criou o mundo e tudo o que nele há. A natureza e todos os seres viventes também foram criados pelo Eterno. A beleza do meio ambiente era preservada. Porém, nos tempos pós-modernos observamos uma grande degradação do habitat natural, devido a falta de informação e da preocupação com os seres vivos (que precisam sair de seu ambiente e migrar para outros lugares diferentes de seu habitat.

Como temos visto atualmente, os meios de comunicação mostram notícias de vários desastres ambientais como terremotos, tsunamis, enchentes, maremotos, e outros.

O escritor Antonio Mesquita em seu livro “Fronteira final” faz uma advertência importante como:

“A primeira referência que trata da responsabilidade do homem com a natureza está em Gênesis. Ao homem foi dada a missão de lavrar (fazer uso), e de guardar (proteger), a Terra. A determinação divina indica a ação humana como mordomo e não como explorador negligente. Mordomo porque a terra e tudo o que nela há é do Senhor. Ninguém é (ou pode ser) dono eterno de nada, muito menos da Terra ou de qualquer porção dela.

Quando o Senhor voltar verá uma terra totalmente alterada, e nós teremos de dar conta do que fizemos por meio de orientação e ensino sobre o que Ele nos entregou.”

Professor desperte em seu aluno o desejo de cuidar da natureza que Deus criou.


Lição 09 - A multiplicação da ciência

 



Texto Bíblico: Daniel 2.20,21;12.4b; 1Coríntios 13.2,8

A multiplicação da ciência

Caro professor da classe de pré-adolescente, a paz do Senhor! Nesta semana estudaremos a lição que tem como o título: “A multiplicação da ciência.”

Nos tempos atuais observamos como tem sido grande o avanço científico em diversas áreas: informática, biologia, medicina, entre outras. Em virtude disso, o volume das informações também cresceu de forma considerável, encurtando o tempo das pesquisas e obviamente das descobertas em vários campos da ciência. O Livro “O mundo de Rebeca” do escritor César Moisés ratifica acerca desse extremo crescimento científico, ressaltando que a evolução informacional é muito maior que a evolução biológica, citando algumas palavras de Stephen Hawking:

“(...) acerca do evolucionismo ele diz que ‘os sistemas mais complexos que temos são nossos próprios corpos. A vida parece ter originado nos oceanos primordiais que cobriam a Terra há bilhões de anos. Como isso aconteceu, não sabemos. Pode ser que colisões aleatórias entre átomos formaram macromoléculas capazes de se reproduzir e de se unir em estruturas mais complexas (...) A atual taxa de atualização do DNA humano pela evolução biológica é de cerca de uma unidade por ano. Mas 200 mil novos livros são publicados por ano, uma taxa de novas informações de mais de um milhão de unidades por segundo. Claro que grande parte dessas informações é lixo, mas, mesmo que apenas uma unidade em um milhão seja útil, isso ainda é cem mil vezes mais rápido do que a evolução tecnológica.”  

CRESCENDO NO CONHECIMENTO

A ciência como Apologética

“Nós ouvimos, por todos os lados, que a ciência desaprovou o cristianismo, mas hoje em dia a evidência histórica nos dá uma resposta clara: ao contrário, foi o cristianismo que possibilitou a ciência. Ao invés de nos sentirmos intimidados por ataques feitos em nome da ciência, podemos mostrar que a própria existência do método científico, e tudo o que ele alcançou, é um grande argumento de defesa da verdade do cristianismo. Historicamente, muitos cristãos fizeram exatamente isso. Isaac Newton, com frequência, considerado o maior dos primeiros cientistas, era um cristão devoto, cuja procura pela ciência era fortemente motivada pelo seu desejo de defender a fé. Ele acreditava de modo convicto que o estudo científico do mundo precisaria levar diretamente ao Deus que criou aquele mundo.” 


Lição 08 - Quem é esse aí?



Texto Bíblico: Salmos 139.1,2,7,13-16,23,24

A lição desta semana aborda um tema bastante relevante e também muito polêmico e atual: a clonagem humana. A clonagem consiste no processo de reprodução de um ser ou de seres, por meio de técnicas desenvolvidas em laboratório. É um ser gerado de forma assexuada, ou seja, não envolve o relacionamento sexual entre macho e fêmea.

Muitas pesquisas estão sendo feitas e experiências já foram realizadas com diversos animais. Já existem pessoas que desejam encomendar a clonagem de entes queridos que já morreram, a partir de um fio de cabelo, deixado como lembrança. Pessoas que possuem animais de estimação querem que os mesmos sejam clonados e se tornem “cópias idênticas”, para substituírem aqueles que morrerem por velhice, doença ou acidente.  

Muito se tem discutido acerca dos resultados desses cruzamentos celulares, porém muitos cristãos têm colocados suas opiniões segundo o que nos mostra a Palavra de Deus. Vejamos o que o Pastor Elinaldo Renovato expõe em seu livro “Ética Cristã”:  

“Os cristãos vão mais além, e em suas indagações, perguntam se Deus aprova tais experiências, se elas são eticamente corretas, à luz da sua Palavra. (...) Não pretendemos
ter a última palavra sobre o tema, pois trata-se de um assunto ainda em análise, envolvendo inúmeros aspectos de ordem moral, ética, psicológica e, sobretudo, espiritual. Devemos nos debruçar não só sobre as informações técnicas, mas, principalmente sobre os princípios sagrados emanados da Palavra de Deus, que é a nossa única e maior ‘regra de fé e prática.’ Muitas pessoas não sabem o que vem a ser a clonagem de seres vivos, e muito menos, de seres humanos.”

Certamente e clonagem humana é viável, mas contraria a vontade de Deus, além de possuir um custo moral elevado e muito arriscado, sob os pontos de vista ético e espiritual. Os milhares de embriões que serão sacrificados, será algo que, sem dúvida, não terá a aprovação de Deus. Que o Senhor, o Criador de todas as coisas, que fez o homem à sua imagem e semelhança, confira o senso de responsabilidade àqueles que por Ele foram dotados de inteligência e conhecimentos que poderão ser muito mais úteis à humanidade, se voltados para experiências que não contrariem seu projeto para o habitante da terra.


Lição 07 - Doença? Tô fora!


Texto Bíblico: Mateus 8.2-4; 15.30-31

Prezado professor da classe de pré-adolescente.

Nesta semana estudaremos a lição que trata de um tema bastante pertinente e atual: a cura sobre as doenças. Como devemos proceder para buscar a cura das doenças que procuram assolar o nosso corpo. Inicialmente faremos um panorama de alguns milagres de cura citados no Antigo Testamento e Novo Testamento:

Pode–se observar que na Bíblia há várias pessoas que possuíam tipos diferentes de doenças. E muitos milagres de cura divina aconteceram. No Antigo Testamento Deus usou inúmeros profetas para ministrar cura sobre muitas vidas. A cura de Naamã foi proferida pelo profeta Eliseu que lhe enviou um mensageiro dando-lhe instruções acerca do que deveria fazer: lavar-se sete vezes no rio Jordão (2 Rs 5. 1-10) e o caso da mão do rei Jeroboão (1 Rs 13. 6). No Novo Testamento vemos diversas curas ministradas por Jesus ao longo dos Evangelhos e demais livros. Dois exemplos bem claros são: a cura da Sogra de Pedro (Lc 4.38-41) e a cura de uma mulher paralítica (Lc 13.10-17).

O escritor Rui Raiol em seu livro “Cura divina: promessa atual de Deus” ressalta a importância como sinal de sua atuação plena no mundo. Por isso, “além do benefício pessoal, a cura divina tem um caráter mais abrangente. Ela foi o elemento autenticador da mensagem de Cristo. Quando os judeus não davam crédito às suas palavras, Ele reivindicava as obras que realizava, como obra irrefutável de sua divindade: ‘Se não faço as obras de meu Pai, não me crediteis. Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras, para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim, e eu, nele”  (Jo 10.37,38).

Ao questionamento de João Batista no cárcere acerca do Messias, Cristo deu uma resposta notadamente prática, pois ‘na mesma hora, curou muitas enfermidades, e males, e espíritos maus; e deu vista a muitos cegos’ (Lc 7.21), e em seguida, ordenou que tais feitos fossem relatados ao profeta.

Inegavelmente, a cura divina foi um dos elementos mais importantes na formação da Igreja. Aqueles que foram confortados com a promessa de permanente companhia de Cristo podiam agora, com intrepidez, anunciá-lo ao mundo. Jesus continuava tão presente como há alguns meses atrás.

Podemos concluir que muitos personagens bíblicos foram curados em várias épocas e de diferentes maneiras. Mas é necessário que também consultemos profissionais capacitados para que seja feito um tratamento adequado para cada tipo de doença. Por isso, também é importante consultar um médico para que seja avaliado o caso e o diagnóstico definido. Cremos que o nosso Deus pode curar todas as enfermidades através da oração. Porém, devemos ser prudentes e agir com bom senso e sabedoria, contando com a ajuda dos médicos para auxiliar de forma apropriada o tratamento das doenças.


Lição 06 - A benção dos alimentos!


Texto Bíblico: Gênesis 1.29-30; 9.3; Ezequiel 34.31; Salmos 104.13-14

Prezado professor da classe de pré-adolescente. Nesta semana estudaremos a lição 6 que trata da provisão  dos alimentos para todos os seres vivos.

O Salmo 104 trata da glória de Deus manifestada na criação e na conservação de tudo o que criou. O Senhor em sua plena sabedoria, ao formar os seres vivos, estabeleceu a proteção e preservação das espécies e provisão de seu sustento. Por isso, Ele criou também os alimentos para a manutenção e bem-estar do nosso corpo. Isso mostra o cuidado divino concernente as suas obras.

A terra ao ser criada, torna-se fértil e frutífera. Vejamos o que o Comentário
Bíblico Beacon explica a respeito dos alimentos providenciados por Deus:

“Os versículos 6-9 referem–se mais naturalmente à obra criada da primeira parte do terceiro dia (Gn 1.9-10). As águas são vistas como que cobrindo até os montes, mas em obediência à voz do Criador elas foram reunidas em oceanos, e apareceram as terras secas. (...) Embora os limites das águas tenham sido removidos durante o dilúvio, elas estão permanentemente delimitadas de acordo com o propósito de Deus. A terra torna-se frutífera pelo seu rebentar (10-12) e a chuva é descrita como que vindo das câmaras (13) de Deus. A terra traz fruto abundante, vinho para alegrar o coração, azeite para ungir o rosto (a pele) e pão para fortalecer o corpo (14-15). A natureza provê um hábitat para as crianças que Deus formou” (16-18).

Precisamos cuidar bem do nosso corpo, pois ele é Templo do Espírito Santo. Por isso, devemos ter uma alimentação balanceada, composta de frutas, legumes, cereais e verduras. É também muito importante ingerir alimentos ricos em proteínas necessários para a reconstrução e fortalecimento das células. Devemos evitar alimentos gordurosos e com excesso de açúcares. Beber bastante líquidos como água e sucos é ótimo para manter o organismo bem hidratado. Além disso, não podemos ficar muitas horas sem comer, para que nosso metabolismo não sinta falta demasiada de nutrientes, pois quando isso acontece somos tentados a comer com mais ansiedade e de forma desequilibrada provocando a insaciável da apetite e, assim, ingerindo maior quantidade de alimentos.


Lição 05 - Adão — a imagem de Deus
Texto Bíblico: Gênesis 1.26,27;2.18; Romanos 8.29


Caro professor da classe de pré-adolescente, a paz do Senhor! Nesta semana estudaremos a lição que tem como o título: “Adão — a imagem de Deus.

“Deus criou tudo o que existe: o céu, a terra, as plantas e os animais foram todos feitos por Ele. Quando Deus terminou de criar a terra, Ele decidiu fazer o homem à sua imagem e semelhança. No versículo 26, a frase “Façamos o homem à nossa imagem” não significa que Deus nos tenha criado exatamente como Ele, especialmente no aspecto físico. Na verdade, somos o reflexo da sua glória. Nunca seremos iguais a Deus, porque Ele é nosso supremo Criador. O máximo que podemos esperar é sermos capazes de refletir o seus caráter com amor, paciência, misericórdia, bondade e fé.   

Caro mestre, nesta oportunidade estamos trazendo uma palavra de encorajamento para você continuar firme neste ministério que o Senhor lhe confiou extraída do livro “Graça diária para professores”:

“Sem dúvida, você se alegra sabendo que Deus tem um plano para a sua vida. Que consolo, basear o objetivo e o significado da sua vida nos cuidados, nas provisões e na bondade do Criador do universo! Por que você ensina? Muito provavelmente, não é pelo dinheiro que ganha. No entanto, os benefícios estão em progresso, como trabalhar com jovens que procuram a sua identidade, os desafios que cada dia traz para melhorar a sua capacidade de ensinar, e a recompensa de ver os seus alunos sendo bem-sucedidos na vida. Isso não tem preço.

A beleza profunda e impenetrável do plano de Deus é que Ele abrange tudo. Cada vida que você influencia ou é influenciado faz parte do desígnio em grande escala que Deus tem para a sua criação favorita — as pessoas — e o seu grande projeto é trazer todos a um relacionamento íntimo com o seu Pai afetuoso” (pág. 163).



Lição 04 - O homem, máquina perfeita

Texto Bíblico: Gênesis 1.26; 2.7,21,22; Salmos 103.14-15


Caro professor da classe de pré-adolescente, a paz do Senhor! Nesta semana estudaremos a lição  que tem como o título: “O homem, máquina perfeita.”

O nosso Pai é um Deus criador e criativo. No sexto dia da Criação ele fez os animais e criou o homem e a mulher (para cuidar da terra e andar com Deus). Quando o Eterno fez o ser humano, assegurou que ambos (homem e mulher) seriam conforme a imagem e semelhança do Criador. É óbvio que Deus não nos criou exatamente como Ele, porque Deus não possui corpo físico. Em vez disso, somos reflexos da sua glória. Fomos criados para refletir o seu caráter, amor, bondade, perdão e fidelidade. Além disso, o homem foi criado com um propósito bem definido: governar a terra, já que é dotado de grande inteligência.

Vejamos o que o Comentário Beacon fala a respeito do homem: 1)“ Um ser espiritual apto para a imortalidade; 2) Um ser moral que tem a semelhança de Deus; 3) Um ser intelectual com a capacidade da razão e de governo (G. B. Williamson).

Uma das marcas da imagem de Deus foi Ele ter dado ao homem o status e o poder de governante. O direito do homem dominar ressalta o fato de que Deus o equipou para agir como governante. A aptidão para governar implica em capacidade intelectual adequada para argumentar, organizar, planejar e avaliar. A aptidão para governar implica em capacidade emocional adequada para desejar o mais alto bem-estar dos súditos, apreciar e honrar o que é bom, verdadeiro e bonito, repugnar e repudiar o que é cruel, falso e feio, ter profunda preocupação pelo bem-estar de toda a natureza e amar a Deus que o criou. A aptidão para governar implica em capacidade volitiva adequada para escolher fazer a toda a hora o que é certo, obedecer ao mandamento de Deus indiscutivelmente e sem demora, entregar alegremente todos os poderes a Deus em adoração jovial e participar em uma comunhão saudável com a natureza e Deus.
        
Deus criou o homem para ser uma pessoa que tivesse autoconsciência, autodeterminação e santidade interior (Ec 7.29; Ef 4.24; Cl 3.10). A imagem foi distribuída sem distinção de macho e fêmea, tornando-se iguais diante Deus.  


Lição 03 - A terra criada por Deus
Texto Bíblico: Gênesis 1.9-11,20,24;2.1,4

Mesmo que os cientistas apresentem teorias que tentem explicar a origem de toda as coisas, diferindo do relato bíblico do Gênesis, ainda, assim, não precisamos sofrer abalo na nossa fé, com respeito à autoridade divina criação.
O profeta Isaías lança uma pergunta muito séria: “A quem pois fareis semelhante a Deus?”

Os povos antigos representavam muitas distorções de natureza religiosa. Como os homens de hoje, eram incapazes de adorar ao Deus Criador pela fé. Precisavam de representações concretas, tangíveis para praticarem a sua devoção. Porém quem tem o privilégio de conhecer a Deus, através das Sagradas Escrituras, sabe que Ele é maravilhosamente grande e não há meios de compará-lo com quem quer que seja.

Deus é o Criador de todo o Universo. Ele da atenção especial aos seres que criou conforme à sua semelhança. Ele está vivo, controlando todas as coisas e atento às nossas necessidades. Então louve e adore ao Senhor por tudo que Ele é e faz por nós (Telma Bueno – Revista de Maternal – Mestre 1).



Lição 01 - A Bíblia descobre a Ciência

Texto Bíblico: 2 Timóteo 3.12-17

Você já percebeu como a comunidade científica, a cada dia, faz descobertas extraordinárias? Essas descobertas estão presentes em muitas áreas, principalmente na medicina. Todo esse avanço, contudo, não deve ser motivo para nos afastarmos de Deus. A ciência muitas vezes reconhece as verdades da mensagem bíblica.
 A palavra de Deus é superior a qualquer empreendimento científico (Sl 138.2). Segundo, nenhuma descoberta cientifica é capaz de lançar por terra as verdades sagradas (Jr 9.23,24).
Muitos estudiosos têm dificuldade em aceitar o evangelho de Cristo, porque seus entendimentos estão cegado pelo Diabo (2 Co 4.4).
Devemos guardar a ciência na mente, porque a mente está relacionada ao nosso intelecto, uma das faculdades de nossa alma. A Palavra de Deus deve ser guardada em nosso coração, à parte mais profunda do nosso ser: o espírito, o homem interior (2 Co 4.16).
A Bíblia é um livro especial, não se trata de uma obra comum. Ela nos foi deixada por Deus para atingir à parte mais profunda do nosso ser. Por isso mantê-la apenas na mente é um desperdício (Hb 4.2; Rm 10.17; Sl 119.130) (Texto adaptado da Revista de Juvenis, nº1. Rio de Janeiro: CPAD).

FIQUE LIGADO

Loading...

Translate

Pesquisar este blog

Carregando...